Primeiro cachorro foi domesticado há mais de 15 mil anos

Primeiro cachorro foi domesticado há mais de 15 mil anos

A ANÁLISE GENÉTICA REVELOU AINDA QUE EXISTEM REGIÕES DO MUNDO, COMO EGITO, ÍNDIA E VIETNÃ, ONDE O CACHORRO DOMÉSTICO QUASE NÃO POSSUI RASTROS DE GENES DE CACHORROS EUROPEUS, MAS SIM DOS DO CENTRO-ASIÁTICO

O primeiro cachorro do mundo (Canis lupus familiaris) foi domesticado há 15 mil anos na Ásia Central, revelou um estudo publicado nesta segunda-feira (19) na revista da Academia das Ciências dos Estados Unidos (PNAS).

O foco do trabalho era determinar a origem genética dos cães que não fazem parte da lista de cerca de 400 tipos de raças, que evoluíram de maneira mais diversa e foram fundamentais para que o cachorro tenha se transformado em um animal adaptado à vida sedentária dos humanos.

A análise genética revelou ainda que existem regiões do mundo, como Egito, Índia e Vietnã, onde o cachorro doméstico quase não possui rastros de genes de cachorros europeus, mas sim dos do centro-asiático, o que indica que os primeiros cães foram originais da região de Ásia Central.

“O cachorro foi uma das primeiras espécies domesticadas, mas o momento preciso e lugar da domesticação foi muito debatido. Encontramos provas de que os primeiros cachorros foram domesticados na Ásia Central, provavelmente no que hoje é o Nepal e a Mongólia”, segundo o texto.

Adam Boyko, da Universidade de Cornell, liderou o trabalho em parceria com pesquisadores de todo o mundo para analisar o genoma de 549 cachorros domésticos em 38 países da África, América, Ásia, Europa, Oriente Médio e Oceania.

De acordo com o estudo, depois de mais de 15 mil anos de história e evolução, a maioria das raças modernas tem menos de 200 anos e procede de variantes europeias.

Fonte: Época Negócios