Maltês: Mania nacional
Maltês do "Canil dos Bens"

Maltês: Mania nacional

Muito procurados em todo o país, o Maltês caiu no gosto do brasileiro e pode ser encontrado em alguns canis, dentre eles o Canil dos Bens, especializado na raça canina. Encontrado no sul do continente Europeu, o Maltês é uma pequena raça, também conhecida como bichon maltês. Os primeiros registros da raça datam do século XV, época em que eram usados como “moedas de troca” por marinheiros.

Ao longo dos anos, a raça foi adaptada para tornar-se um cão de companhia, inicialmente para a realeza europeia, como a Rainha Maria Stuart, da Escócia, que o popularizou na Inglaterra. Chegando ao Brasil, o adorável cãozinho alcançou o ápice de popularidade no ano 2000, tornando-se uma das dez raças mais comuns do país.

O proprietário do Canil dos Bens, Anderson Luciano, explica que o adestramento dos cães deve ser iniciado no momento em que o filhote chega a casa. “O cãozinho precisa aprender o significado de comandos como Não, Muito Bem, Aqui, etc. Isso evitará que ele tenha problemas comportamentais na fase adulta, como a agressividade. Com o adestramento, o cão vai entender quem ‘manda’ e isso é importante para se estabelecer uma hierarquia”.

Características:

1. É muito companheiro. Não gosta de ficar sozinho e se adapta ao estilo de seu dono.
2. Necessita de exercícios físicos regulares, seja com brincadeiras menos movimentadas ou pequenas caminhadas.
3. Não é tão fácil de ser adestrado. Mesmo que se adapte facilmente ao estilo do dono, não quer dizer que ele vai gostar de fazer tudo que você manda.
4. A raça prefere ficar dentro de casa e mais próximo ao dono.
5. Os cuidados com os pelos devem ser diários. Como seus pelos são longos, o Maltês precisa de banhos toda semana ou até de 5 em 5 dias. Os pelos devem ser escovados diariamente.

Angelina Zanandrez

 

4 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *