Dicas simples de como dar banho no cachorro

Dicas simples de como dar banho no cachorro

Dar banho no cachorro todo mundo sabe, certo? Mas mesmo se você já está fazendo isso bem feito, aposto que posso te dar algumas dicas para tornar o seu trabalho mais fácil ou durar menos tempo.

Veterinários Dermatologistas ultimamente estão mudando as regras. Atualmente, dizem que banhar semanalmente o cachorro não é uma má ideia.

Portanto, esqueça o antigo conceito de que o banho tira as gorduras naturais que protegem a pele. Aliás, o banho semanal é benéfico para a redução de alergias, tratamento de infecções de pele  e diminuição da coceira.

Primeiramente, para dar banho no cachorro verifique de que tenha tudo  que vai precisar.

Preparação para dar banho no cachorro

1. Pegue o shampoo adequado

Antes de mais nada, saiba que shampoos projetados para pessoas – mesmo o de bebê, têm um pH diferente do que é recomendado. Por isso é importante perguntar ao seu veterinário qual produto é mais adequado para o seu animal de estimação e siga as instruções.

Porém, se o cão tem problemas de pele, você provavelmente vai precisar de um shampoo terapêutico próprio. Bem como uma escova de banho adequada, evitando jogar água para fora da banheira e que aja profundamente no pelo do cão. Além disso, uma boa escova também proporciona ao seu cão uma massagem relaxante que ele vai adorar.

2. Evite as lágrimas e as orelhas molhadas

Peça ao seu veterinário que indique um produto para os olhos na hora de dar banho no cachorro. Ademais, coloque um pequeno pedaço de algodão em cada um dos canais do ouvido do seu cão para evitar que a água fique dentro. Apenas, lembre de retirá-lo após o banho!

3. Escove seu cão

Escovar antes de dar banho no cachorro, ajuda o shampoo a penetrar melhor no pelo e desembaraça-lo antes de molhar. Delicadamente remova ou corte os nós antes do banho. Porque depois que molhado vai ser muito mais difícil!

dar banho no cachorro

4. Deixe todo o material próximo ao local do banho

É frustrante começar a banhar um cão e, só durante o banho, perceber que o shampoo ou as toalhas estão do outro lado da sala.

5. Use três toalhas

Tenha uma toalha para colocar no fundo da banheira para fornecer tração e evitar que o cão escorregue. A segunda toalha é a toalha ¨anti agito¨. Coloque-a sobre o cão molhado (entre lavagens ou antes de enxaguar) para impedi-lo de agitar e molhar você, o piso e as paredes. A terceira toalha é a toalha para secar o cão. Um cão grande pode precisar de mais de uma toalha de secagem.

6. Bloqueie o dreno

Coloque um pedaço de lã de aço no dreno da banheira ou pia. Isso para recolher os pelos do cão impedindo entupimento.

7. Coloque uma superfície antiderrapante

Pode ser apenas uma toalha no fundo da banheira ou pia – usando meu truque de três toalhas – ou um tapete de borracha antiderrapante. Poucas coisas estressam um cão mais do que não ser capaz de ficar sem escorregar. Portanto, dando-lhe algo para afundar os dedos do pé vai ajudar a aliviar sua ansiedade durante o banho.

8. Use água morna

Encha a banheira ou pia com água antes de trazer o seu cão. O som da água caindo na banheira aumenta o seu estresse se ele não é apaixonado por banho.

dar banho no cachorro

Hora do banho

Use uma coleira se você tiver.  Leve seu cachorro para a água, fazendo elogios e dando petiscos ao longo do caminho. Mas, não perca a calma se o seu cão resistir! Pois se ele já não gosta de tomar banho, uma associação com a sua voz irritada não vai ajudar. Afinal, coloque-o na banheira com o menor drama possível e comece a trabalhar.

Antes de mais nada, molhe o seu cão completamente. Logo após, inicie passando o shampoo no pescoço e continue para baixo até a cauda e os dedos. Atenção que, colocar uma barra de sabão na base do crânio evita que qualquer parasita (pulgas e carrapatos) corra para a cabeça e orelhas. Contudo, continue elogiando sempre o seu cão e mantenha sua atitude otimista.

Bem, quando você chegar à cauda pode esvaziar as glândulas anais do seu cão. Tais glândulas anais ou adanais têm a função de espalhar o odor de um cão por onde ele passar. Isto serve para que outros cães o identifiquem!  Este odor é único e funciona para identificar quem passou por ali. Embora a maioria dos cães nunca tenham problemas com elas, alguns têm. Assim, esvaziá-las de vez em quando pode ajudar a prevenir problemas com essas glândulas. Dessa forma, é uma boa ideia pedir alguém da sua clínica veterinária para te mostrar essa técnica. Note que não é difícil de fazer mas será mais fácil de aprender se você ver alguém fazendo.

Enfim, quando todo o corpo do seu cão estiver com espuma, abra o dreno para deixar a água suja sair.  Daí a lã de aço vai pegar o cabelo e poupar-lhe um entupimento. Então, enxaguar, enxaguar e enxaguar um pouco mais… Sempre usando água limpa da torneira. Remova todo o sabão!  Ou seja, deixar o pelo e a pele lavados com água fresca mantem seu cão limpo por muito mais tempo.  Ademais,  diminui a possibilidade de descamação do couro peludo.

>> Aprenda a fazer um petisco saudável para seu cachorro de estimação. Clique aqui!

Secar o cão sem você ficar encharcado

Em geral, os cães não gostam do cheiro de shampoo. Para os cachorros, a hortelã, o pinho e os citrinos simplesmente não são nada atraentes. Nesse caso, para evitar um estrago imediato de seu trabalho duro, não deixe o seu cão sair de perto até que ele esteja completamente seco.

Jogue uma toalha sobre ele como uma manta de cavalo. Ainda, use outra para secar o rosto, depois as orelhas e depois os pés. Também, você pode usar um secador de cabelo para acelerar as coisas. Isso se você gosta e se o seu cão não tem medo do ruído. Caso use um secador, regule-o no ajuste mais frio para evitar ferir acidentalmente a pele.

Secadores feitos exclusivamente para cães sopram ar na temperatura ambiente. Assim, eles secam mais rapidamente! Se você tem um cão de pelos compridos, este pode ser um investimento muito bom ao longo prazo.

Por fim, um truque simples para manter o seu cachorro quieto após o banho: suavemente pegar o focinho com o polegar e o indicador. Um cão começa a tremer da cabeça para trás. Então, se ele não pode girar sua cabeça, ele não consegue girar seu corpo também. Depois de seca-lo com uma toalha o melhor que puder, coloque-o em uma zona de “agitação permitida” e deixe-o tremer.

POR DR. MARTY BECKER

Fonte: www.vetstreet.com