Seu cão avança em outros cães quando saem para passear?

em

Frequentemente os cachorros, subitamente, começam a latir e avançam em cachorros enquanto estão passeando. Aqui, algumas dicas para gerenciar esse comportamento.

Pode até ser constrangedor quando o seu cachorro que parece calmo e sociável começa, de repente, a ficar agressivo na presença de outros cães, fica latindo e avança sobre eles provocando-os.

Muitas vezes, a agressividade é pior quando o cachorro está com a guia do que quando está sem.

Cachorro avança sobre outros cães durante o passeio

A agressividade é maior quando está com a guia

Em geral, não há uma causa conhecida para o problema mas sabe-se que, infelizmente, ele pode se desenvolver rapidamente.

Em alguns casos específicos, o gatilho que deflagrou esse problema foi identificado como por exemplo um “desafeto” entre cachorros. Para resolver o problema é preciso: identificar o que deu início ao problema (o gatilho), adotar métodos de prevenção e de restabelecimento gradual.

Normalmente, um cachorro que é reativo ao uso de guia está provavelmente vivenciando algum sentimento de ansiedade, medo ou desconforto associado a outro cachorro. A situação piora quando ele está sendo guiado, pois não pode abordar outro cão de maneira segura ou relaxada, então ele avança.

Para compreender porque este comportamento ocorre é fundamental observar as abordagens de uns cachorros a outros em um local como um parque, por exemplo. Normalmente, eles se aproximam em formato de arco amplo, circulando e cheirando uns aos outros, “lendo” suas próprias linguagens corporais. O cachorro que não obedece a esse ritual, e tem o ímpeto de se colocar em uma linha reta é, com mais frequência, aquele que acaba em “desavenças” com os demais porque avança sobre eles.

Quando o seu cachorro está caminhando com a coleira, as regras sociais caninas não são permitidas. Os cachorros se aproximam em linha reta, e geralmente com contato visual direto tipo olho no olho. Mesmo que inconscientemente, muitas vezes você fica tenso, talvez segure firme a coleira e talvez sussurre com um tom sério: ” seja bonzinho “, consequentemente enviando uma mensagem que mais parece ser uma situação de ameaça.

O que fazer?

FASE 1

O primeiro passo para curar cachorros reativos a outros cachorros é evitar estímulos. Como mencionado, esse comportamento se desenvolve rapidamente e, em geral, só piora se não houver algum envolvimento da sua parte.

Então, será necessário dedicar um tempo para caminhar com o seu cachorro. Fique de olho em outros cachorros e prepare-se para o arco amplo ao redor do seu cachorro ou cubra os seus olhos antes que ele veja outros se aproximando.

FASE 2

Observe e trabalhe o limite do seu cachorro com os demais. Para ficar agitado, o seu cachorro precisa ficar somente alguns metros longe do outro? Ou só de ver outro cachorro do outro lado do parque já o deixa agitado? Observe.

Prepare-se para a sessão de treinamento procurando um local no parque ou na praça que te permita estar bem longe dos outros cachorros, fora da zona que faça o seu cachorro reagir. Deixe saborosos petiscos à mão e certifique-se que seu cachorro esteja com um pouco de fome para que ele fique bem entusiasmado com os petiscos. Veja, de antemão, se consegue um amigo que tenha um cachorro bem comportado para lhe acompanhar e ajudá-lo nas sessões do treinamento.

Se você estiver contando com a ajuda de um amigo e do seu bem comportado cachorro, encontre um local onde seu amigo caminhe com seu cachorro dentro do seu campo de visão e fora (por exemplo atrás de uma árvore ou um carro). Cada vez que o cachorro estiver à vista, dê um petisco e muitos elogios ao seu cachorro. O seu objetivo é fazer uma associação entre ver o cachorro e ganhar petiscos e carinho, um reforço positivo.

Seu cão avança em outros cães Quando saem para passear

Caso não tenha um amigo com um cachorro para ajudá-lo, assegure que seja um local onde todos os cachorros estejam com guias e você possa controlar a distância entre outros cachorros e o seu.

Seja paciente, pode demorar algum tempo (talvez alguns meses) e mantenha todas as suas sessões de treinamento curtas.

FASE 3

Ao finalizar os treinamento, esteja pronto caso haja recaídas ou retrocessos! Não use nenhuma forma de punição. Repreender o seu cachorro por ser reativo a outros cachorros vai só piorar tornando a associação ainda mais negativa. Se o seu cachorro reagir a outro, é só se afastar e recomeçar o treinamento.

Mantenha todas as sessões positivas, usando sempre muita recompensa. Qualquer desobediência deve ser ignorada e entendida como um sinal que você está progredindo rápido demais com o seu cachorro.

Lembre-se que, desta vez, você está muito mais perto de alcançar o seu objetivo!

E se o cachorro não prestar atenção em mim?

Os cachorros que são hiperativos, excitados ou talvez muito ansiosos são mais difíceis para alcançar um estado calmo necessário para se condicionar ao treinamento. Nesse caso, há muito que um profissional que trabalha com comportamento pode agregar.

Algumas dicas adicionais que podem ajudar a orientar o seu cachorro:

  • Empenhe-se para cansar o seu cachorro; um cachorro cansado é um cachorro feliz. Então, jogue bola, leve para sair ou correr e faça o seu treinamento no final da caminhada do seu cachorro.
  • Invista em uma Coleira Cabresto de qualidade para lhe dar algum controle extra do seu cachorro. Isso é bom, especialmente se você não tem tempo para treiná-lo a “andar junto”.
  • Para aqueles pets que são ansiosos é necessário muitas orientações consistentes e constantes da sua parte, todas utilizando métodos baseados em recompensa a fim de que eles se sintam mais seguros.
  • Ao longo do dia, peça ao seu cachorro para sentar e recompense o seu comportamento calmo e obediente. Quanto mais você recompensar o “bom” comportamento e ignorar o “mau”, maior probabilidade que coisas boas irão se tornar o habitual.

Fonte: www.lovethatpet.com

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Confira 10 dicas sobre adestramento de cães

Confira 10 dicas sobre adestramento de cães

Seu cão avança em outros cães Quando saem para passear?

Como fazer o seu cachorro parar de latir

Adestramento: o que é o reforço positivo?