Cães cantores da Nova Guiné reencontrados na Austrália

Cães cantores da Nova Guiné reencontrados na Austrália

História incrível dos cães cantores ! Imagina que, para a maioria, estavam extintos há mais de 50 anos. São animais únicos, cães selvagens e têm  habilidades vocais inigualáveis. Aliás, são conhecidos por sua vocalização distinta e melódica.

Esses lindos  animais cantores são originários da Nova Guiné. O seu nome nome científico é Canis lupus hallstromi. Ainda, eles são chamados de dingo-da-Nova-Guiné, cão-cantor, cão-das-terras-altas-da-Nova-Guiné, cão-selvagem-da-Nova-Guiné e cão-de-Hallstrom.


De acordo com a Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, foram reencontrados nas montanhas da Austrália.

Eles são raros e se diferenciam por ter um “uivo de lobo com tons de baleia”.

Em 2016, uma equipe de expedição conseguiu localizar e estudar 15 cães selvagens.
Em seguida,  dois anos depois, a equipe voltou ao local para dar continuidade aos estudos iniciados como coletar amostras de sangue e “dados demográficos, morfológicos e comportamentais” dos cães. 

Isso para confirmar se havia ou não uma relação deles com os cães cantores. 

>>>> Quer aprender como adestrar seu cão? Clique aqui!

Com o resultado, os pesquisadores acreditam que os cães encontrados são os mesmos da Nova Guiné. 

Além disso, os pesquisadores têm esperança de conseguirem cruzar alguns dos cães selvagens das montanhas com os cães cantores da Nova Guiné para aumentar a população de cães cantores da Nova Guiné.

Cães cantores da Nova Guiné reencontrados na Austrália

Sobre os cães cantores

Possuindo parentesco com o dingo-australiano, os cães-cantores-da-Nova-Guiné provavelmente foram levados à ilha pelos primeiros viajantes há milhares de anos.

Então, livres para percorrer todo o território, e isolados do resto do mundo, desenvolveram-se sem influência de outros canídeos durante quase 6000 anos. Portanto, o longo isolamento genético produziu diversas características únicas nestes animais.

Segundo Elaine Ostrander, chefe do grupo de pesquisa do National Human Genome Research Institute (NGHRI): “Os cães cantores da Nova Guiné são raros, exóticos e têm essa bela vocalização harmônica que não se encontra em nenhum outro lugar da natureza. Não podemos deixar essa espécie se perder”.

Fonte: O Globo