Cachorros guardam mágoa?

Cachorros guardam mágoa?

Para responder se cachorros guardam mágoa,  precisamos entender um pouco da mente dos cães.  Além de compreender como nos enxergam e como vivem o mundo ao seu redor.

Ao contrário do que muitos pensam os cães não tem noção cronológica dos dias, nem de passado e nem do futuro. Sendo assim os cachorros vivem apenas o presente.  Este é um ponto fundamental para encontrarmos a nossa resposta.

Agora, você deve estar se perguntando: “mas como cães aprendem comandos?” Esse aprendizado está relacionado a um meio de sobrevivência. Naturalmente os cães aprendem através de eventos variáveis e invariáveis do dia a dia.  Ou seja, a correção faz parte do desenvolvimento canino. Sem correção uma matilha não funcionaria.

Cachorros guardam mágoa

Quando recebemos um filhote para ser o novo membro da família, ele espera conhecer rapidamente as regras que deve seguir. Ainda, trabalhar em favor da matilha faz parte do DNA dos cães. Entretanto, quando ao invés de seguirmos a cartilha correta e saudável para o filhote oferecemos à ele todo o território da nossa casa e todo o carinho, o princípio da liderança começa a ser quebrado.

Daí para frente escapa um xixi aqui, um sapato roído ali, choro excessivo acolá…Isso gera frustração e raiva em seus donos carinhosos. E qual é a consequência disso? Gritos e agressões.

Muitas pessoas chegam a mim desoladas porque perderam o controle com seus animais. Eles se culpam tanto que não conseguem lidar com eles ou tentam amenizar seus erros mimando seus bichinhos.

Se você está assim, quero encoraja-lo (a) a assumir sua posição como líder da matilha! Logo, recomece com seu cachorro, estabeleça limites e regras claras.

Cachorros guardam mágoa? Não, eis a nossa resposta! A natureza deles é seguir. Seguir em frente! Sempre adiante vivendo o melhor de cada momento.

6 Dicas: Como estabelecer limites e correções de maneira adequada

1.Primeiramente, ofereça sempre doses de exercício para seu cão diariamente por no mínimo 40 minutos.  Isso o ajudará a drenar a energia deixando-o em estado calmo e submisso.

2. Mantenha uma linguagem corporal firme. Aliás, demonstre que sabe o que está fazendo. Portanto, não mostre que está com raiva pois  a paciência é o segredo.

3. Use o comando NÃO com voz firme. Mas atenção, voz firme não significa gritar. I

uma vez que isso para os cães é instabilidade.

4. Faça um chocalho com lata e bolinhas de gude ou pedras. Então, quando cão sair da linha faça o barulho vigorosamente. Porém, não utilize com cães que tem medo de fogos de artifício.

Essa técnica também serve para cães que roubam roupas do varal. Basta que você pendure varias latas de tal forma que quando o sapeca puxar as roupas as latas caiam.

>> Leia também: Como deixar o seu cachorro sozinho em casa

5.Nunca ameace corrigir seu cão. Em síntese, correção é algo sério no mundo deles. Isto posto, corrija-os somente quando necessário e assim recompense com um petisco todo bom comportamento.

6. Pratique sempre a formula: exercício, disciplina, regras, limites e, por último, carinho. Lembre-se que afinal a liderança para o cão é a maior demonstração de afeto.

Enfim, viva o melhor de cada momento da vida com seu cachorro pois ele fará isso quando estiver com você.  Definitivamente correções fazem parte do mundo canino e dessa maneira são saudáveis para eles.

Por fim, não se preocupe por que eles não guardam mágoa! Pensar dessa forma sobre os cães é humaniza-los, e com certeza isso é um problema.

matilhando

Sobre Roberto Medeiros
Dog Trainer, Dog Walker e Idealizador do Matilhando. Apaixonado pela vida, por pessoas e cães. Adepto da filosofia do César Millan (O Encantador de Cães) e do método de exercício, disciplina e afeto, auxilia e treina pessoas, promove qualidade de vida e reabilita cães com desvios comportamentais. Contato: roberto@matilhando.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *