7 motivos porque você ainda não adotou um cachorro de rua
Reveja os seus motivos para não adotar um cachorro de rua

7 motivos porque você ainda não adotou um cachorro de rua

Sua família está querendo um cachorro há muito tempo e você já leu vários artigos na Internet sobre raças de cachorro e está cansado de ler artigos com listas: 10 raças de cachorro mais adequadas para crianças; 10 raças de cachorro mais adequadas para apartamento; 10 motivos para adotar um cachorro de rua e tantas outras listas repetitivas que existem por aí.

Antes de sair lendo mais este artigo, leia primeiro os títulos dos motivos. Se todos se enquadram no seu perfil, nem precisa ler todo o texto. Seu caso não tem cura! É melhor comprar um aquário e criar peixes ornamentais.

1) Detesto cachorros

Você vive dizendo “odeio cachorros”, “detesto cachorros” porque já foi mordido por um cachorro raivoso e ficou traumatizado física ou mentalmente ou se o seu filho é atacado por cachorros sempre que vai à rua, isso não é motivo para detestar cachorros. Você tem problemas com a vizinhança: ou eles te detestam e soltam os cachorros contra a sua família ou tratam os seus cães com crueldade. Nesse caso, é melhor chamar a polícia.

2) Cachorros pulguentos, sujos, vivem na rua e comem tudo que acham no lixo

Você se lembra da sua infância? Gostava de andar descalço, brincava na lama, colocava porcaria na boca, tomava doce dos irmãos menores, jogava bola na chuva, pegava piolho na escola? E os piolhos? Se nunca aconteceu nada disso na sua infância é porque você não teve infância. Nesse caso, não leve um cachorro para sua casa porque ele será infeliz.

Cachorro pulguento e sujo que vive na rua é cachorro abandonado ou mal cuidado por humanos insensíveis.

Se teve uma infância normal e um cachorro de rua aparecer na sua vida, faça como sua mãe fazia com você: dê-lhe um bom banho, aplique carrapaticida ou antipulgas que ele vai ficar limpo e cheiroso.

3) Cachorros de rua são doentes e podem contaminar a minha família

Sua mãe te levava ao pediatra quando criança? Vai ao médico periodicamente fazer um check-up? Toma remédio para curar a ressaca? Cuida da alimentação e faz exercícios para manter a forma? Pois com cachorro é a mesma coisa, seja ou não de rua, tem que dar vermífugo, vacinar, levar ao veterinário pelo menos uma vez ao ano, tratar quando adoecer, levar para passear diariamente para manter-se saudável.

Existem muitas ONGs por aí que pegam cachorros doentes na rua, tratam e oferecem cachorros muito bem cuidados para adoção. Se preferir pegar na rua aquele que te conquistou ou a alguém da sua família, leve-o ao veterinário para os primeiros cuidados. Um bom profissional vai tratar do cachorro doente e te devolver um bichinho muito bem cuidado ou vai te recomendar procurar outro cão.

Cachorro de rua, em geral, é muito mais forte e saudável que cachorros de raça criados em casa desde filhotes. Eles passam por um processo de seleção natural onde só sobrevivem os mais fortes.

4) Cachorros latindo alto vai incomodar os meus vizinhos

Pelo visto você nunca viu um cachorro de rua. Recomendo que você faça um passeio por alguma cidade do interior ou preste mais atenção quando andar pelas ruas da sua cidade, principalmente na periferia.

Cachorros de rua latem muito menos que a grande maioria dos cachorros de raça criados em casa desde filhotes. Manter silêncio é meio de sobrevivência na rua. Cachorro latindo alto é o primeiro a ser enxotado pelas pessoas, não ganha comida e apanha dos outros cachorros. Quando tem um cachorro latindo na rua é para se defender e aos amigos da sua família de outros animais e pessoas que os ameaçam.

5) Você só veste roupa de grife e anda de carro importado. Não vai aparecer por aí com um cão SRD (Sem Raça Definida)

Cachorro de rua não é sinônimo de Vira-lata ou Sem Raça Definida (SRD). Pode ser um cão de raça pura abandonado na rua ou que se perdeu dos donos. Esses geralmente são os mais feios, machucados e sofridos porque não nasceram na rua. Vá a uma respeitada ONG de proteção aos animais que eles te indicam um Cão de raça pura para adoção.

Você não vai precisar pagar nada para adotar um cachorro de rua mas, se gosta de gastar, aproveite e faça uma doação para alguma ONG protetora de animais.

6) Cachorro de rua não se adapta a apartamento ou casas pequenas

Tem cachorro de rua adequado a qualquer tipo e tamanho de residência ou características da família: se tem criança, idoso, uma ou várias pessoas. Tem cachorro pequeno, grande, branco, preto, bege, calmo, agitado; do jeito que você quiser!

Visite uma ONG que cuida de animais resgatados nas ruas e lá você vai encontrar o animal mais adequado à sua residência. Aproveite e leva a família para não ter problemas de chegar com um cachorro em casa e ele ser rejeitado por algum dos outros membros da família.

7) Se eu adotar um cachorro de rua nunca mais vou poder viajar

Isso não é um problema, pode ser até uma solução; se você é casado, quando for viajar deixe o cachorro na casa da sogra, assim não vai correr o risco dela pedir para viajar com você.

Procure na Internet e você vai encontrar hotéis para hospedar cachorro na sua cidade. Tem até o site https://pethub.com.br onde você encontra pessoas que cuidam do cachorro na sua casa ou levam para a casa deles. O custo é muito baixo e seu cachorro ainda vai gostar de conviver com outras pessoas, conhecer outro ambiente e se divertir com outros cães.

RECOMENDADOS PARA VOCÊ

Conheça 20 razões para ter um cachorro

Vira-latas são Cães dóceis, felizes e muito resistentes

Na rua, diferentes raças de cachorro disputam comida para matar a fome

Dicas para ajudar você no processo de adoção de animais de estimação